Moção sobre o reforço do PCP

No quadro das orientações do XVIII Congresso e da decisão do Comité Central – Avante por um PCP mais forte!, a VIII Assembleia da Organização Regional de Aveiro decide dar uma atenção prioritária ao reforço orgânico do Partido no Distrito, sem perder de vista o quadro de preocupações e intervenção integrada que releva, além do reforço do PCP, a actividade e afirmação do Partido, as eleições presidenciais e a atenção aos movimentos e à luta de massas.

A VIII Assembleia decide assumir 6 linhas de objectivos essenciais para o reforço do Partido no Distrito:

1.O recrutamento e integração dos novos militantes e o crescimento da militância;

2.A concretização de Assembleias de Organização, o reforço da estruturação nas empresas e noutras organizações de base;

3.A formação ideológica e responsabilização de quadros, particularmente de operários, mulheres, e jovens;

4.A melhoria da acção política e da ligação às massas, do trabalho de informação e propaganda e da divulgação da imprensa do Partido;

5.A melhoria do trabalho de direcção e do apoio do Partido à JCP;

6.A dinamização dos Centros de Trabalho e a melhoria da independência e capacidade financeira do Partido e da recolha de quotizações.

Até à IX Assembleia, prevista para 2013, esta VIII Assembleia, conforme se estabelece na sua Resolução Política, aponta 20 orientações fundamentais para o trabalho orgânico do Partido:

1.Persistir, com determinação, no empenhamento do colectivo partidário nas orientações para o reforço do PCP;

2.Concretizar 150 recrutamentos;

3.Melhorar a integração partidária dos novos membros do Partido;

4.Atingir o objectivo de 500 militantes em organismos;

5.Concluir a entrega de cartões até ao final de 2010;

6.Concluir a actualização de dados até Março de 2011;

7.Realizar 40 Assembleias de Organização - concelhias, de freguesia, de empresas e sectores;

8.Eleger concelhias na Murtosa, Sever de Vouga e Vagos, dotando o Partido no Distrito de 19 Comissões Concelhias;

9.Realizar, até Junho de 2011, a Assembleia Distrital de Empresas e Locais de Trabalho, assim como 15 assembleias de sectores e empresas;

10.Concretizar a transferência orgânica de militantes trabalhadores no activo, até aos 55 anos, para os sectores e empresas nos concelhos;

11.Estruturar 30 organizações de base territorial;

12.Concretizar 10 cursos ideológicos no Distrito, com a participação de 100 camaradas;

13.Dar particular atenção à responsabilização de 85 novos quadros;

14.Apontar em todas as reuniões de organismos pelo menos uma medida de ligação às massas;

15.Melhorar o trabalho de informação e propaganda e assegurar a venda pela organização de 320 Avantes semanais e de 65 exemplares d´o Militante;

16.Persistir no reforço do trabalho colectivo e de direcção a todos os níveis de responsabilidade partidária;

17.Dinamizar os Centros de Trabalho do Partido;

18.Melhorar a recolha de quotizações, alcançando os 750 camaradas a pagar regularmente a sua quota;

19.melhorar as recolhas de fundos para o Partido e a sua autonomia financeira;

20.Assegurar o rigor e o controlo contabilístico da vida financeira do Partido.

A VIII Assembleia da Organização Regional de Aveiro do PCP reafirma que o reforço do Partido é um instrumento fundamental para alcançar uma sociedade mais justa, exorta os trabalhadores e o povo à luta pela mudança e reafirma que podem contar com os comunistas para continuar a abrir caminho a uma alternativa patriótica e de esquerda e a um novo rumo para Portugal.

Viva a VIII Assembleia da Organização Regional de Aveiro.

Viva o Partido Comunista Português.

A Assembleia da ORAV do PCP

30 de Outubro de 2010

(Moção aprovada por unanimidade)

Para o topo