TRABALHO HONESTIDADE COMPETÊNCIA

CDU -No concelho e no País
Força necessária
 

O mandatário da Comissão Coordenadora de Espinho da CDU, Joaquim Almeida, anunciou no passado sábado que o candidato que encabeça a lista da CDU para a Assembleia de Freguesia de Anta-Guetim é Maria Odete Gomes da Silva.

A cabeça de lista da CDU, de 64 anos, funcionária sindical de profissão, é membro da Comissão de Freguesia do PCP. Com experiência autárquica e provas dadas na defesa dos interesses da população, Odete Gomes da Silva é um nome que dá garantias no que toca ao presente e ao futuro de todos os eleitores que possam depositar a sua confiança na CDU. Odete Gomes da Silva nasceu em Anta, tendo emigrado por alguns anos para a Venezuela até 1980, data em que regressou à freguesia de origem e por aí residido até hoje.

A CDU (Coligação Democrática Unitária, que congrega o PCP, PEV e o movimento Intervenção Democrática bem como gente sem filiação partidária mas que se revê no projeto da CDU), apresentou na 6ª feira, 7 de Julho, no Parque de Merendas da Ponte de Casal Comba, os primeiros nomes das listas de candidatos às Assembleias de Freguesia do concelho da Mealhada, estando presente ainda o mandatário concelhio das candidaturas da CDU, Júlio Costa.

A apresentação esteve a cargo do primeiro candidato à Assembleia Municipal, João Louceiro.

Assim, em Barcouço a lista é liderada por Cati Silva, em Casal Comba por Susete Gomes, no Luso por Óscar Carvalho, na União das Freguesias da Mealhada, Antes e Ventosa do Bairro por António José Breda, na Pampilhosa por António Neves e na Vacariça por Henrique Batista.

Todos estes candidatos intervieram, fornecendo ao público presente mais alguns dados pessoais e explicitaram as razões que os levaram a aceitar o convite para encabeçarem as listas da CDU nas respetivas freguesias.

A CDU apresenta os seus cabeças de lista à Câmara e Assembleia Municipal de Vagos, com base no lema de campanha, Trabalho, Honestidade e Competência.

Virgílio Dias e Alexandre Loff, candidatos à Câmara Municipal e Assembleia Municipal, respectivamente, são os primeiros de um vasto leque de homens, mulheres e jovens, do PCP, do PEV e sem filiação partidária, que se apresentarão aos diferentes órgãos do município vaguense.

O Partido Comunista Português, através do seu Grupo na Assembleia Municipal de Aveiro, apresentou junto do Presidente da mesma, um Requerimento referente aos contratos publicitários e outros apoios contratados entre a Câmara Municipal de Aveiro e a Turismo do Centro de Portugal no âmbito do "Festival dos Canais".

O PCP  tomou esta decisão porque considera  absolutamente necessária e oportuna a prestação, pela CMA, de cabal esclarecimento sobre o destino e utilização de dinheiro público em torno da divulgação do "Festival dos Canais".

Para o PCP e para os aveirenses é urgente perceber até que ponto são legais e eticamente aceitáveis tais procedimentos concursais, quando, claramente, existe uma evidente proximidade, senão promiscuidade,  institucionalmente pouco aconselhada, entre o Presidente da C.M.Aveiro, o Presidente do Turismo do Centro de Portugal, uma coligação partidária em período eleitoral, uma empresa publicitária e diversos fundos públicos. Uma situação que se criou por opção clara dos intervenientes, ao optarem, pela dispensa de concursos transparentes.

Interessa ainda apurar se e porque razão a CMA promoveu ações e respetivos gastos em publicidade e divulgação, quando estes estavam atribuídos pela Turismo do Centro, por bom valor, à já referida empresa publicitária.

 


Para o topo