Diana Ferreira, deputada do PCP, realizou duas visitas no distrito de Aveiro na passada segunda-feira em defesa da Produção Nacional. O percurso cruzou os terrenos do Baixo-Vouga Lagunar e os da Marinha de Ovar, tendo contactado com agricultores em ambos os momentos.

A visita ao Baixo Vouga Lagunar realizou-se na freguesia de Canelas – Estarreja, onde acompanhada de eleitos locais do PCP (Carla Cabique Martins e Daniel Batista) e membros do Executivo da Junta de Freguesia de Canelas-Fermelã, a deputada comunista pode constatar os dramáticos resultados das cheias das últimas semanas nos campos do Baixo Vouga. Os caminhos com rombos que permitiram o avanço das águas salgadas nos terrenos de cultivo que colocam em causa a sua viabilidade agrícola estão por toda a parte e são bem visíveis.

Nos últimos anos estes rombos têm sido uma constante, obrigando a intervenções de emergência asseguradas financeiramente pela Câmara Municipal de Estarreja, com o apoio da Junta de Freguesia, que se vê obrigada a exceder largamente as suas competências para minimizar consequências duma situação de há muito conhecida e que merece apenas a inércia dos sucessivos governos PS, PSD e CDS. Estas intervenções em nada resolvem o problema desta área de grande interesse para a região, uma vez que tal só poderá ficar resolvido com a conclusão do projecto existente para o Baixo Vouga lagunar e, consequentemente, com a conclusão do dique que poderá controlar a entrada e saída das águas nestes campos. Note-se que as obras no Porto de Aveiro e a má gestão das descargas das barragens para o Rio Vouga são factores que agravam esta situação.

Mais uma vez o PCP irá levar esta problemática à Assembleia da República, tentando assim pressionar as autoridades competentes a que resolvam de uma vez por todas esta situação. Sublinhamos que já no ano passado o PCP levou – uma vez mais - à discussão um Projecto de Resolução na AR, que foi chumbado com os votos contra do PSD/CDS e com a abstenção do PS.

Vale a pena lembrar que, meses mais tarde, em campanha eleitoral, Assunção Cristas (então ministra pelo CDS-PP), Luís Montenegro (então e agora líder do Grupo Parlamentar do PSD) e Ribau Esteves (Presidente da CIRA e dirigente do PSD) vieram passear-se para os terrenos do Baixo-Vouga anunciar que o problema estaria resolvido. A vida mostra que isso era só propaganda, e o futuro tratará de se encarregar quão comprometidos estão estes partidos na verdadeira resolução desta situação, pois é evidente que até hoje nunca o estiveram verdadeiramente.

A jornada da deputada do PCP terminaria no concelho de Ovar, na Marinha, onde contactando com os agricultores escutou preocupações idênticas, pois os seus campos de cultivo tem vindo a ser inundados pelas águas salgadas da ria de Aveiro, deixando muitos destes campos salinizados, não sendo já aproveitados para qualquer actividade agrícola. Aqui, para além dos terrenos agrícolas, já se teme também pelas próprias casas e pelos animais das explorações agrícolas.

O PCP continuará a lutar pelos interesses destas populações que dependem directamente destas áreas agrícolas para manter a sua subsistência, apelando às populações para que não se resignem e lutem, obrigando a que se tomem medidas definitivas e consequentes que garantam a manutenção da actividade agrícola de tão grande importância para a economia da nossa região e do País.

Aveiro, 02 de Fevereiro de 2017

 

Para o topo