No passado sábado, 19 de Novembro, teve lugar no Centro de Trabalho do PCP em Espinho uma iniciativa de cariz político-cultural com o objectivo de assinalar duas datas de grande importância para os comunistas espinhenses: o 99º aniversário da Revolução de Outubro e o 1º aniversário da abertura das novas instalações do PCP no concelho.

Nesta iniciativa, em que estiveram dezenas de espinhenses militantes e simpatizantes do PCP, a animação cultural esteve a cargo do quarteto composto por Joana Resende, Fausto Neves, Manuel Pires da Rocha e Carlos Canhoto, que durante cerca de uma hora interpretaram o espectáculo “Música com Paredes de Vidro”, composto por várias músicas da história da luta revolucionária e anti-imperialista.

Numa breve intervenção, Tiago Vieira, membro do Comité Central do PCP, saudou todos os presentes, destacando o contributo militante de muita gente que tinha ajudado a fazer aquele momento tão especial possível. O dirigente do PCP destacou ainda a importância de manter o Centro de Trabalho como espaço de intervenção política e cultural, “uma casa aberta aos trabalhadores, aos democratas e ao povo de Espinho”, como há um ano dissera Jerónimo de Sousa. Concluiu enfatizando a importância do assinalar da Revolução de Outubro, não apenas pelas imensas conquistas que permitiu à Humanidade (desde logo com o seu inestimável contributo para derrotar o nazi-fascismo), mas antes de tudo o resto por constituir prova de que é possível aos trabalhadores e aos povos do Mundo tomar o poder nas suas mãos para construir uma sociedade superior, orientada pela satisfação das necessidades individuais e coletivas – o socialismo.

Espinho, 23 de Novembro de 2016
A Comissão Concelhia de Espinho do PCP


Para o topo