CDU - Coligação Democrática Unitária

TRABALHO . HONESTIDADE . COMPETÊNCIA

 

 

A CDU tem uma visão singular sobre a importância de manter a identidade e qualidade de vida dos Bairros Sociais e Populares de Ovar. No quadro da Assembleia Municipal a CDU já debateu por diversas ocasiões este tema, expondo a sua concepção durante a discussão quer da Área de Reabilitação Urbana (ARU) do Centro Histórico de Ovar, quer da revisão do Plano Director Municipal (PDM).

Sobre esta matéria a CDU, através do seu eleito na Assembleia Municipal, Miguel Jeri, contestou a excessiva centralidade da Área de Reabilitação Urbana (ARU), exigindo uma política de urbanização municipal que vá ao encontro de toda a matriz social de Ovar. Neste âmbito, considera que é tempo para lavar a cara aos diferentes bairros e ruas típicas, tornando-os também num factor de atractividade da cidade de Ovar, melhorando a sua exposição, dinamizando a sua actividade económica, garantindo habitação condigna, criando espaços aprazíveis para mais actividades lúdicas e sócios-culturais gerando assim múltiplos factores de integração social.

A petição em defesa de um Hospital de Ovar de qualidade, de proximidade e com autonomia já reuniu milhares de assinaturas. Nas últimas semanas os activistas da CDU - e dezenas de voluntários que se juntaram à causa de defesa do nosso Hospital - desdobraram-se em contactos junto da população, levando o abaixo-assinado a todas as freguesias do Município.

Os promotores da petição criaram ainda uma página na Internet que reúne toda a informação relevante, e ainda flyers a cartazes, e que pode ser acedida através do endereço http://ovar.pcp.pt/local/actividade/1132-peticao-por-um-hospital-de-ovar-de-qualidade-de-proximidade-e-com-autonomia

Dando sequência às reuniões que a CDU tem efectuado com as instituições locais, esta força política reuniu recentemente com o comando da PSP da esquadra de Ovar.

A delegação foi constituída por Carlos Jorge Silva, candidato da CDU à Câmara Municipal de Ovar, e ainda por Paulo Pereira e José Sona, membros da Comissão Concelhia de Ovar do PCP. Gentilmente recebida pelo Comandante, subcomissário Luís González Simões, a CDU tomou conhecimento do trabalho desenvolvido pela esquadra no Concelho, ficando a par das necessidades e constrangimentos do trabalho diário realizado pelo efectivo policial.

No quadro das Eleições Autárquicas de Outubro de 2017, a Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV) apresentou publicamente os cabeças de lista à Assembleia Municipal de Aveiro.

Os candidatos agora apresentados são os primeiros de um vasto leque de homens, mulheres e jovens, do PCP, do PEV e sem filiação partidária, que se apresentarão aos diferentes órgãos do município aveirense, corporizando a consigna da CDU “Trabalho, Honestidade, Competência”.

A CDU é a força que consigo transporta o projecto transformador que se exige para Aveiro e, por isso, apresenta-se com a maior confiança num resultado positivo, que contribua para tirar o concelho da actual situação.

No quadro das políticas de austeridade e do desmantelamento das funções sociais do Estado, a Casa Alberto Souto, Lar de infância e Juventude, situado em Aveiro, encerrou as suas portas a 31 de Março de 2015. Os jovens em causa, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos, foram colocados noutras instituições do país (muitos enviados para longe da família e com o ano letivo completamente perdido) e os trabalhadores da instituição despedidos, uma vez que a maioria estava com recibos verdes.

Miguel Viegas, candidato da CDU à Câmara de Aveiro, acompanhado de outros ativistas, esteve no local onde confirmou o estado de abandono das instalações onde se inclui, a título de exemplo, um polidesportivo, que poderia muito bem servir a população, com particular destaque para a escola básica do Bonsucesso, que fica mesmo em frente, onde os alunos não dispõem de qualquer equipamento em tempo de chuva.


Para o topo