TRABALHO HONESTIDADE COMPETÊNCIA

CDU -No concelho e no País
Força necessária
 

Miguel Viegas, cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Aveiro, acompanhado de Filipe Guerra, eleito da CDU na Assembleia Municipal de Aveiro, estiveram reunidos com a União dos Sindicatos de Aveiro, trocando informações sobre a situação social e económica do concelho.

Apesar das melhorias ligeiras da conjuntura económica às quais não serão alheias à reposição parcial de direitos e rendimentos dos últimos dois anos, persistem em Aveiro elevados níveis de desemprego e pobreza que preocupam os responsáveis da USA. Ao nível da população desempregada, constata-se uma elevada proporção de mulheres e jovens, merecendo igualmente destaque pela negativa o desemprego de longa duração.

Fortemente ligado à elevada taxa de desemprego está o alto nível de precariedade que acaba por alimentar o desemprego, num ciclo infernal que mantém uma larga camada da população sem direitos e com salários de miséria. Não é por acaso que uma parte significativa dos trabalhadores estão abaixo do limiar da pobreza, dando corpo à expressão "trabalhador pobre", bem reveladora dos tempos actuais.

A CDU foi sempre uma voz interventiva na defesa dos interesses dos trabalhadores na Assembleia Municipal de Aveiro, através do seu eleito Filipe Guerra. Assim foi com a entrega do serviço de transporte público à Transdev, ou tantas outras lutas que aí estiveram presentes graças a voz da CDU. Hoje os trabalhadores da AveiroBus encontram-se em greve em defesa da qualidade e da segurança do serviço, e a CDU mais uma vez lá esteve, apoiando a luta.

Pela voz de Miguel Viegas, ficou mais uma vez reafirmado o compromisso da CDU na defesa e valorização do trabalho, não só ao nível dos trabalhadores da autarquia e dos poucos serviços municipais que ainda restam e que não foram privatizados, mas também ao nível dos restantes trabalhadores do setor público e privados. Como ficou dito na reunião, os trabalhadores do concelho são vítimas da má rede viária, do caos da N109, das portagens e da falta de uma eficaz rede de transportes públicos. São por isso também para eles que a CDU procura trabalhar com um programa de ação que inverta o caminho da degradação da qualidade de vida e do saque fiscal que caracterizou a política autárquica dos últimos mandatos.


Aveiro, 22 de Maio de 2017

Partilhar

Para o topo