TRABALHO HONESTIDADE COMPETÊNCIA

CDU -No concelho e no País
Força necessária
 

Analisados os resultados eleitorais a Comissão Coordenadora de Ovar da CDU:

1. Saúda calorosamente todos aqueles que confiaram na CDU como a grande força de esquerda de Poder Local, especialmente aqueles que o fizeram pela primeira vez. Os eleitores da CDU poderão ter a certeza de que o seu voto não foi em vão, imprimindo força à luta por um Poder Local democrático e participado, contra as políticas de direita, sejam elas locais ou nacionais.

2. Valoriza muito a eleição de dois representantes em Ovar: Miguel Jeri na Assembleia Municipal e Paulo Pereira na Assembleia de Freguesia de Ovar, que serão os rostos deste grande colectivo e deste projecto nos próximos 4 anos, nas instituições do município.

A CDU não pode deixar de repudiar um conjunto de comportamentos preocupantes para a democracia do nosso Município, a maioria protagonizados pelo próprio Presidente da Câmara e pela sua estrutura de campanha, que chegaram a tentar impedir o acesso do candidato da CDU às instalações da Câmara. Estas práticas configuram graves atentados à democracia e à obrigatória neutralidade das instituições, nomeadamente instituições públicas ou de órgãos eleitos.

1. O Presidente Salvador Malheiro publicou, ao longo do mês de Agosto, vídeos e textos, na sua página pessoal do Facebook, que constituíam um abuso da sua posição de Presidente da Câmara, ao acentuar a confusão entre a qualidade de candidato e a de titular de cargo público. Sobre esta matéria, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) foi clara ao determinar a sua remoção, em deliberação proferida no dia 29 de Agosto:

"O visado utiliza a sua página pessoal também como meio para promover a sua candidatura, pelo que a publicação do vídeo e do texto que a acompanha, referentes a obras realizadas ou a realizar pela Câmara Municipal de Ovar, naquela página - pessoal - pode acentuar a confusão entre a qualidade de candidato e a de titular de cargo público, em vez de a esbater, como é seu dever.

Assim, determina-se ao Presidente da Câmara de Ovar que promova a remoção da publicação e que se abstenha de no futuro reproduzir ou divulgar publicações incluídas na página da Câmara Municipal ou em que intervenha na qualidade de Presidente da Câmara"

Dando continuidade às reuniões que tem efectuado com as instituições e associações locais, relevando a importância que o associativismo desempenha nas comunidades, a Comissão de Freguesia de São João de Ovar do PCP reuniu, no passado dia 14 de Setembro, com o Grupo cultural e recreativo de Sande, Salgueiral e Cimo de Vila.

Estiveram presentes, da parte do PCP, Carlos Jorge Silva e Paulo Pereira, candidatos à Câmara Municipal e à União de Freguesias de Ovar, respectivamente, aproveitando o encontro para visitar as instalações, verificar os problemas do edifício e conhecer o espólio existente.

A delegação do PCP foi recebida pelo presidente da Associação, professor Manuel Ribeiro, bem como pelos seus directores, que apresentaram as valências e actividades da Instituição, bem como as necessidades e constrangimentos característicos destas associações, nomeadamente os parcos apoios financeiros concedidos pela autarquia local, quer a nível de atribuição de subsídios, quer a nível de comparticipação em obras, absolutamente indispensáveis, que necessitam, urgentemente de ser efectuadas, nomeadamente a mudança do telhado.

Conhecer, no terreno, a actividade das diferentes instituições que operam na área social, é de capital importância para se poderem formular políticas mais adequadas e decidir melhor.

Assim, Carlos Jorge Silva, candidato da CDU à Câmara Municipal de Ovar, reuniu com a Direcção da CECIVAR, cooperativa que leva já 40 anos de actividade no nosso Município, prestando um insubstituível serviço de apoio a crianças e pessoas inadaptadas em geral.

Numa visita guiada às instalações proporcionada pela Direcção, a CDU tomou conhecimento de que este serviço inclui diferentes respostas: i) Escola de Ensino Especial, ii) Centro de Actividades Ocupacionais, iii) Centro de Formação Profissional, iv) Lar Residencial e Residências Autónomas e v) Serviço de Apoio Domiciliário. No total, são mais de centena e meia de utentes a usufruírem destes serviços prestados pela CERCIVAR. Acresce o Centro de Recursos para a Inclusão - quase outros tantos utentes - no apoio de técnicos em contexto escolar.

Para a CDU, a proximidade na prestação de cuidados de saúde é um fator determinante para garantir uma vida saudável aos cidadãos. Em particular quando a população apresenta elevados índices de envelhecimento. Bateu-se no passado pela manutenção do Hospital Francisco Zagalo (HFZ) dentro do SNS, com um leque alargado de valências e o adequado investimento por parte do Ministério da Saúde. Opôs-se à tentativa do governo do PSD/CDS de o entregar à Misericórdia e à intenção do actual governo do PS de o fundir numa Unidade Local de Saúde (ULS) de grandes dimensões, com o Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira.

Em reunião recente com o Conselho de Administração cessante, presidido pelo Dr. Luís Vaz, Carlos Jorge Silva defendeu a autonomia do nosso Hospital, das obras no Bloco Operatório (já aprovadas e que tardam a ser iniciadas), o estudo da abertura de um Serviço de Urgência Básico e a integração dos trabalhadores precários.


Para o topo