Sobre a notícia avançada pela Antena 1 de estudantes com necessidades educativas especiais que não têm professores na Escola Secundária José Estêvão – Aveiro.

A Organização Regional de Aveiro da Juventude Comunista Portuguesa acha inadmissível a situação em que se encontram 4 estudantes com necessidades educativas especiais que este ano deveriam ter transitado para a Escola Secundária José Estêvão em Aveiro. O facto da unidade de multideficiência da escola não estar a funcionar e estes estudantes ainda não se encontrarem na escola, é fruto da política errada e desastrosa que este Governo PSD/CDS tem seguido para a Educação. Em Portugal são centenas de estudantes com necessidades educativas especiais que ainda não têm professor. Contudo as opções deste Governo e do Ministério da Educação concretamente têm sido as de cortar constantemente no financiamento à Educação, de diminuírem o número de professores e de funcionários, de aumentarem as turmas, de diminuírem a qualidade da Educação.

É inaceitável a situação a que chegámos. Situação que é da responsabilidade deste Governo PSD/CDS que só se mantém no poder graças à ajuda de um Presidente da República que há muito o devia ter demitido. É urgente e necessário que seja feita uma ruptura com esta política, que este Governo seja demitido, e que se prossiga em Portugal uma política alternativa que seja patriótica e de esquerda.

A Juventude Comunista Portuguesa defende uma política educativa diferente. Defendemos que seja feito mais investimento nas escolas e na Educação em geral, que sejam contratados mais professores e que as turmas sejam reduzidas, que sejam contratados mais funcionários, mais psicólogos e mais auxiliares de acção educativa. Defendemos que a escola deve ser inclusiva e que o sistema educativo não deve excluir de forma alguma nenhum estudante seja por falta de condições económicas, seja por terem necessidades educativas especiais.

A Juventude Comunista Portuguesa apela aos estudantes que se mobilizem para o combate e para a luta contra estas políticas que só criam situações injustas como esta. Apelamos que se mobilizem em defesa da Escola Pública, Gratuita e de Qualidade. Será a luta o único caminho para derrotarmos esta política e este Governo.

Organização Regional de Aveiro

Juventude Comunista Portuguesa

Para o topo