Miguel Viegas, candidato da CDU às próximas eleições legislativas e Filipe Guerra actual eleito na Assembleia Municipal de Aveiro estiveram reunidos com membros do núcleo de Aveiro da MUBI, Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta. Tendo como tema principal a questão da nova rotunda do ISCA, a conversa evolui para a futura ecopista entre a Estação da Aveiro e a Universidade e para a necessidade de se alterar os paradigmas de mobilidade assentes no uso dominante do automóvel.

Como ficou devidamente exposto e rotunda do ISCA recentemente inaugurada padece de um conjunto de inconformidades que potenciam conflitos entre automóveis, peões e ciclistas. Estas inconformidades, não sendo inéditas, resultam quase sempre da ausência de sensibilidade de quem projecta sobre o uso de bicicleta. No entender da CDU, a troca dos semáforos por uma passadeira com limite de velocidade não garante a segurança dos peões tendo em conta que se trata de um via estruturante com duas faixas. Impõe-se por isso outras medidas físicas de acalmia de tráfego. A solução para segregar a pista ciclável não protege os ciclistas como o demonstram os pilaretes entretanto destruídos. Finalmente o acesso da ciclovia às passadeiras de atravessamento está igualmente mal desenhado contrariando as normas vigentes que apontam para uma abordagem perpendicular por forma ao ciclista poder observar os carros dentro do seu campo de visão.

Pela parte de Miguel Viegas e Filipe Guerra, ficou o compromisso de interpelar a Câmara Municipal para corrigir as deficiências detectadas. Ficou igualmente o compromisso de acompanhar o projecto e a execução da ciclovia entre a estação de comboio e a Universidade por forma a evitar a repetição dos mesmos erros. Dois pontos sensíveis motivam cuidados acrescidos, o atravessamento da Av. Dr. Mário Sacramento e a rotunda entre a Av. dos Congressos da Oposição Democrática e a Av. Central. Para a CDU a promoção do uso da bicicleta e dos modos suaves em geral passa por alterar o desenho das nossas cidades criando um clima de segurança aos potenciais utentes.


Aveiro, 14 de Junho de 2019
O Gabinete de imprensa da CDU

 

Para o topo