Uma delegação da CDU, onde se incluía Miguel Viegas, candidato às próximas eleições legislativas, visitou o Centro de Respostas Integradas de Aveiro reunindo com o corpo clínico e funcionários. Esta estrutura é da maior importância para o tratamento e reinserção social de toxicodependentes. Infelizmente, esta estrutura criada há já quase duas décadas, tem sofrido cortes profundos no seu financiamento e enfrenta hoje uma grande incerteza relativamente ao seu funcionamento futuro. Para a CDU este serviço é de grande importância. Para além de promover a recuperação de toxicodependentes e a sua reinserção no mundo do trabalho, evita a pequena criminalidade associada ao consumo de drogas. Neste sentido, a CDU tudo fará para reforçar os meios alocados a este serviço e regista a necessidade de uma melhor articulação com os restantes serviços de saúde, seja ao nível hospitalar, seja ao nível dos cuidados primários.

O Centro de Respostas Integradas de Aveiro funciona em instalações precárias e com uma carência crónica de meios humanos, sejam eles médicos, enfermeiros ou assistentes operacionais. Depois de extinto o IDT, Instituto da Droga e Toxicodependência, paira a incerteza relativamente a este serviço e aos seus profissionais. O consumo de drogas e os comportamento aditivos associados são uma realidade incontornável do nosso quotidiano. Aveiro tem por isso enormes benefícios com a presença deste serviço que precisa de mais meios e de estabilidade para poder cumprir a sua missão. Não se compreende que, apesar de existir desde 2002, não haja cruzamento de dados entre este serviço e as restantes unidades do SNS onde o encaminhamento destes doentes poderia ser feita de forma muito mais eficiente.

No final da visita, o candidato da CDU declarou: "A CDU sempre privilegiou a reinserção e vez da repressão no que toda ao consumo de drogas. O trabalho desenvolvimento por este Centro de Respostas Integradas de Aveiro, à semelhança com todos existentes por este país fora, é um exemplo reconhecido a nível europeu. Pena seria que o mesmo definhasse sob o cutelo do défice!".

Aveiro, 18 de Julho de 2019
Gabinete de Imprensa CDU

 

Para o topo