Miguel Viegas e Ana Valente, ambos candidatos às próximas eleições legislativas, reuniram com uma delegação do movimento «Juntos pelo Rossio». Esta reunião serviu para troca de informações sobre o protejo de estacionamento subterrâneo do Rossio que a Câmara Municipal teima em levar por diante à revelia de todas as normas ambientais em vigor. Pela parte da CDU ficou mais uma vez afirmada a sua total rejeição deste projecto que poderá comprometer o desenvolvimento daquela zona histórica da cidade de Aveiro.

A CDU teve oportunidade, em várias iniciativas de campanha de reafirmar a sua oposição à construção do parque subterrâneo do Rossio. Este protejo afronta todas as normas ambientais que apelam à necessidade de afastar os carros do centro da cidade e dar mais espaço aos modos suaves de locomoção e mais primazia aos transportes públicos de passageiros. No caso concreto, esta solução defendida pela Câmara Municipal de Aveiro é tão aberrante porquanto se sabe que existem já hoje parques subterrâneos em pleno centro da cidade como é o caso do Fórum ou da Praça Marquês de Pombal que estão subaproveitados. Curiosamente, na operação de propaganda que a Câmara de Aveiro montou para vender o seu projeto, omite a nova ponte que pretende construir entre a comporta e a A25 e as respetivas acessibilidades que irão custar milhões ao erário público e destruir parte das marinhas de sal.

Num momento em que está em discussão pública a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), a CDU comprometeu-se em continuar a trabalhar para esta causa, procurando impedir a concretização de uma obra que representa uma verdadeiro atentado ambiental e uma verdadeira machadada no combate às alterações climáticas.

Aveiro 1 de Outubro 2019
O Gabinete de imprensa da CDU

Para o topo