CDU em defesa da linha do Vale do Vouga
Semear futuro por terras de Beja e Serpa
João Ferreira: Jantar com apoiantes em Serpa
A importância do voto na CDU
Miguel Viegas, Estarreja
A CDU é a grande força de esquerda com um projecto de confiança nas capacidades dos país
CDU «Parlamento Europeu 2019» - Tempo de Antena 2
Contacto do candidato Francisco Gonçalves com trabalhadores em Castelo de Paiva
Grande comício em Espinho!

Neste período de campanha para as eleições ao Parlamento Europeu, desenrolam-se inúmeras iniciativas, sendo uma grande jornada política de massas, que privilegia o contacto directo com os trabalhadores e as populações que querem outro rumo para o País. Uma batalha que se alarga no contacto, no esclarecimento e na mobilização, apostada em ampliar, pela luta e pelo voto, o apoio à CDU, condição para afirmar os direitos dos trabalhadores e do povo e abrir caminho à construção da alternativa patriótica e de esquerda.

Ovar não tem sido excepção, e neste quadro, activistas da CDU - entre os quais o deputado do PCP no Parlamento Europeu, Miguel Viegas - distribuíram o documento «Defender o Povo e o País» aos trabalhadores das empresas Toyota e Bosch em Ovar.

Esta iniciativa proporcionou à CDU demonstrar aos trabalhadores o impacto da integração de Portugal na União Europeia no seu dia-a-dia, sublinhando a influência adversa que esta tem nos sectores produtivos nacionais - industria, agricultura e pescas - sendo esta uma das causas, em grande medida, para a nossa dependência económica, que está associada à subordinação política patenteada por PS, PSD e CDS e intensificada nestes últimos anos.

Há 20 anos o Euro veio agravar a subordinação da economia nacional ao exterior e aquele que era já um caminho de dependência, foi muitíssimo agravado. Nós somos dos países que menos cresceram no mundo nos últimos 20 anos e os salários em Portugal estão estagnados. Ao contrário do que se prometeu, nesse momento, que os salários em Portugal iam convergir com os dos países mais desenvolvidos, a realidade demonstrou precisamente o contrário, gorando-se assim as expectativas dos trabalhadores.

Não é por esta a Europa que a CDU se bate, mas antes por uma Europa assente na elevação dos direitos laborais e sociais, também por via da valorização dos salários.

É com esta intensidade que se prossegue a presente campanha, também, nos locais de trabalho e com os trabalhadores, procurando informar, esclarecer, mobilizar em torno das razões para o voto na CDU.

Ovar, 23 de Maio de 2019
A Comissão Coordenadora de Ovar da CDU

Para o topo