A Comissão Concelhia de Albergaria-a-Velha do PCP, denuncia o abate de nove Tílias centenárias que se encontravam no Largo do Torreão, em pleno centro de Albergaria-a-Velha, num dos mais emblemáticos pontos da cidade.

As árvores que se encontravam em óptimo estado fitossanitário e que faziam parte do património cultural e arbóreo, marcante de tantas gerações de albergarienses, foram sem justificação nem razão, abatidas, numa mostra de pleno desrespeito, pela parte do executivo camarário/ PSD, pela memória colectiva. O momento do abate deu-se com forte contestação popular, pois muitos albergarienses estiveram no local a contestar a decisão e o acto sendo que muitos deles se recusaram a retirar os veículos que se encontravam junto às árvores. Sendo Albergaria, uma cidade onde a ausência de espaços verdes é uma realidade, e não faz parte das linhas de actuação política deste executivo, a destruição da pouca massa verde existente, trata-se, no nosso ponto de vista, de um crime que deveria conduzir a um processo onde os responsáveis directos deveriam responder e ser responsabilizados pelos seus actos.

O PCP está profundamente chocado com a atitude do executivo camarário, com o desrespeito pelo património comum, nitidamente com uma gestão que não se adequa com os anseios dos muitos albergarienses que deram o seu voto a um executivo camarário que não tem o mínimo de respeito quer pela memória colectiva quer pelas gerações vindouras do nosso concelho.

Albergaria, 11 de Abril de 2012

A Comissão de Concelhia de Alberagaria do PCP

Para o topo