A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP realizou na manhã de 24 de Março, uma visita ao Bairro Histórico do Concelho, nomeadamente ao edificado envolvido pelas ruas Combatentes da Grande Guerra (antiga Rua Direita), Luís Cipriano e Batalhão Caçadores 10, onde se esta a realizar relevante intervenção urbanística que recentemente deu origem ao desabamento de um terceiro edifício, não contemplado na dita intervenção.

Na zona do Concelho acima citada está portanto em curso uma relevante intervenção urbanística sobre a qual se desconhecem as preocupações patrimoniais e arqueológicas. A intervenção urbanística em causa apenas teve a preocupação, até ao momento, de preservação da fachada da habitação datada de 1616, não tendo sido respeitado qualquer outro elemento constante do património histórico e arqueológico ali edificado e identificado. Pelo contrário, sucedem-se os episódios de incêndios, desabamentos e demolições, estando actualmente em estado de absoluta degradação e destruição o património existente.

No terreno, contactamos alguns comerciantes da zona que nos apresentaram as suas preocupações, quer com a preservação do património histórico que caracteriza o bairro, quer com a protecção da obra, nomeadamente, das condições dos tapais e lonas que devem dignificar a rua minimizando, dentro do possível, aquela intervenção, para que o bairro continue a ser pólo de atracção turística, centro de cultura, comércio e lazer.

A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP vem apresentar a sua preocupação e o seu protesto perante um conjunto de factos que confrontam a Câmara Municipal de Aveiro e o seu executivo PSD/CDS sobre as suas responsabilidades na defesa da dignidade e protecção do património histórico e arqueológico edificado no Município, em plena zona histórica, e sobre a própria segurança pública, e apela à população para que apresente o seu protesto ante a destruição e a descaracterização da sua zona histórica.

Aveiro, 27 de Março de 2017
A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP

Para o topo