A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP comunica a sua presença hoje na Freguesia de São Jacinto, no Concelho de Aveiro, em solidariedade com a luta da população e dos utentes do Centro de Saúde de São Jacinto.

A Freguesia de São Jacinto encontra-se, de momento, sem qualquer médico. Após os sucessivos cortes efectuados (e às alterações, por parte do Ministério da Saúde, no ratio utentes/médico), o Centro de Saúde de São Jacinto, que serve uma população envelhecida e particularmente isolada geograficamente, confronta-se hoje com a ausência efectiva de médico de família. Situação que já há muito se arrastava, com a colocação de um médico a tempo parcial, mas que agora se agravou e assim continuará, pelo menos, durante mais de um mês e meio, com a agravante de que com o início da época balnear a população residente aumenta substancialmente.

Testemunhos de utentes relataram situações muito preocupantes, como a falta de vigilância médica a doentes diabéticos, a incapacidade em dar resposta a consultas de planeamento familiar e até de urgência ou a ter em comparecer de madrugada (4h da manhã) à porta do centro de saúde para garantir uma consulta.

O PCP, em defesa do Serviço Nacional de Saúde e da sua universalidade, reclama uma enérgica intervenção do Governo e do ministério da tutela sobre esta situação em São Jacinto.

A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP
14 de Junho de 2018

Para o topo