As últimas notícias não podiam ser piores. Como vem sucedendo em muitos outros locais, também o Ministério da Saúde e a ARS Norte acabam de encerrar o SAP de Castelo de Paiva!

Já há longo tempo que se detectava esse propósito do Governo PS/ Sócrates a partir de toda uma série de medidas e de cortes: não colocação de clínicos e redução do horário de atendimento dos utentes naquele serviço essencial, visando no fundo o seu progressivo esvaziamento para assim tentar justificar junto da opinião pública e dos paivenses o seu posterior encerramento. Para esse risco alertáramos inclusive a população do Concelho em Março de 2008.

O fecho do SAP de Castelo de Paiva representa assim mais uma dura machadada na prestação dos cuidados de saúde à sua população e um verdadeiro atentado à sua qualidade de vida!

Tal como vem fazendo noutras áreas, nomeadamente no sector da Educação, com o fecho de centenas de escolas e a criação dos mega-agrupamentos, através dos quais se pretende, no nosso Concelho, extinguir o agrupamento de escolas do Couto Mineiro do Pejão, este (des)governo, numa lógica puramente economicista, está a destruir o Serviço Nacional de Saúde aos poucos, com as consequências gravíssimas que se reflectem sobretudo no interior do país, cada vez mais isolado e desertificado.

A saúde está primeiro. E os seus serviços de atendimento e de urgência têm que estar próximos das populações e não a dezenas de quilómetros, como agora será o caso e por mais que nos querem apresentar como alternativas válidas poderão, em muitas situações, significar sim a diferença entre a vida e a morte.

O PCP, que irá realizar uma visita de trabalho ao Concelho com o deputado comunista Jorge Machado no próximo dia 13 de Setembro para conhecer melhor e intervir sobre todos estes problemas, exorta os paivenses a lutarem pelo direito à saúde e à educação, pela manutenção e defesa dos serviços públicos e contra a desertificação de Castelo de Paiva!

Castelo de Paiva, 2 de Setembro de 2010

Comissão Concelhia de Castelo de Paiva do PCP

Para o topo