Diana Ferreira, deputada do PCP na Assembleia da Republica, acompanhada por dirigentes locais e regionais deste Partido, deslocou-se ao Concelho de Castelo de Paiva, na tarde de segunda–feira, para se inteirar em pormenor da dimensão da vaga de incêndios que atingiu também o seu território nos passados dias 15 e 16 de Outubro.

Neste périplo pelas zonas mais afectadas pelo fogo, quer em contacto com vários dos seus moradores, a delegação do PCP pode constatar o grau de devastação e destruição não só de habitações, unidades industriais e de uma parte significativa da sua mancha florestal, o que provoca as mais legitimas e profundas preocupações quanto à estabilidade futura e desenvolvimento sustentável do próprio Concelho, flagelado nos últimos anos, como é conhecido, por outras tragédias e encerramento sucessivo de grandes empresas.

A deputada comunista teve ainda a oportunidade de salientar as causas profundas para este autêntico flagelo, já identificadas pelo PCP, que radicam na desertificação do interior, no abandono do mundo rural e no não ordenamento da floresta, agravadas agora por condições climatéricas particularmente adversas e extremas.

Além de exprimir toda a solidariedade com a população paivense, a referida delegação deixou bem vincado o compromisso de acompanhar minuciosamente a concretização de todas as medidas necessárias da responsabilidade dos Poderes central e local, para uma efectiva recuperação económica e social do Concelho de Castelo de Paiva.


Gab. imprensa da DORAV
25 de Outubro de 2017


Para o topo