Durante a tarde do dia 1 de Março, uma delegação do PCP esteve junto das instalações da Yazaki Saltano para promover o contacto com os trabalhadores desta empresa.

Tal como por todo o País, também aqui se fez chegar o panfleto que faz parte da campanha "Valorizar os trabalhadores, mais força ao PCP!", promovendo assim o esclarecimento e a mobilização para a luta para a defesa de avanços significativos na legislação laboral.

De resto, a situação da Yazaki é bem ilustrativa de que não apenas é necessário, como é possível melhorar a situação dos trabalhadores. A fábrica de Ovar faz parte de um grupo internacional que emprega mais de 285.000 trabalhadores, com unidades em 46 países, cujo volume de vendas no ano de 2016 ascendeu a mais de 13 mil milhões de euros, representando um imparável crescimento desde 2012!

À luz destes factos, é absolutamente incompreensível (além de ilegal) que se promovam ritmos de trabalho intensíssimos, que se tenha acabado com as diuturnidades para as novas gerações de trabalhadores e que se mantenha trabalhadores com sucessivos contratos temporários por anos a fio!

O PCP prosseguirá a denúncia das situações de injustiça, exploração e precariedade de que são vítimas os trabalhadores, apelando a que lutem para que em cada local de trabalho sejam melhoradas as condições e, no plano nacional, sejam eliminadas do Código do Trabalho todas as normas gravosas.

 

Aveiro, 2 de Março de 2018
O Gabinete de Imprensa da DORAV do PCP

 


Para o topo