Uma delegação do PCP esteve numa acção de contacto com os trabalhadores da empresa Sanitana, em Anadia, para dar a conhecer a campanha «Valorizar os trabalhadores, mais força ao PCP!».

Esta empresa, dedicada ao fabrico de louça sanitária, que diz «valorizar o compromisso com o cliente, a inovação e a sustentabilidade», pena é que não se valorize também os trabalhadores.

Trabalham na Sanitana cerca de 540 trabalhadores, sendo grande o número vínculos precários (inclusivé com recurso a empresas de aluguer de mão-de-obra), os salários baixos salários e a pressão e exigência nos ritmos de trabalho muito alta - com várias queixas de trabalhadores a sentir-se coagidos a trabalhar ao sábado e ao domingo.

Para o PCP, para cada posto de trabalho permanente tem de corresponder um contrato efectivo de trabalho,a remuneração deve ser justa e os horários profissionais devem permitir a conjugação da vida profissional com a pessoal.

Este é mais um exemplo da necessidade das alterações à legislação laboral que o PCP propõe e pelo qual apelamos aos trabalhadores que se organizem e lutem, pois esse é o caminho para a vitória.

Aveiro, 16 de Abril de 2018
O Gabinete de Imprensa da DORAV do PCP


Para o topo