Inserida na campanha "Valorizar os trabalhadores" o PCP realizou no passado dia 16 de Abril, uma audição pública sobre o sector da vigilância privada, com a deputada da Assembleia da República Diana Ferreira.

A Vigilância é um sector com diversas especifidades que o PCP tem acompanhado com preocupação, a realidade laboral destes trabalhadores marcada pelo desrespeito pela contratação colectiva e incumprimento dos direitos dos trabalhadores

Esta iniciativa foi bastante participada pelos trabalhadores do sector, que trouxeram os seus testemunhos, questões e preocupações.

O desrespeito pela contratação colectiva quanto ao pagamento do trabalho extraordinário e nocturno, a desregulação dos horários de trabalho, o incumprimento do tempo de descanso e a não planificação de férias atempadamente são algumas das preocupações dos vigilantes. Também lhes são atribuídas tarefas que não fazem parte do suas funções sendo "pau para toda a obra".

A título de exemplo, os vigilantes do porto de Aveiro, cuja formação específica é paga do próprio bolso, não têm tempo sequer de fazer qualquer pausa, estando sozinhos nas portarias e a desempenhar funções de risco, não sendo depois remunerados adequadamente. De lembrar que o Porto de Aveiro é uma grande e importantíssima porta de entrada para o País e o resto da Europa.

A deputada Diana Ferreira comprometeu-se a levar um conjunto de propostas e sugestões dos trabalhadores para posteriormente darem entrada na Assembleia da República.

O PCP continuará a trabalhar e a lutar ao lado dos trabalhadores pela mudança, pelo respeito e valorização dos trabalhadores e do trabalho.

Aveiro, 18 de Abril de 2018
O Gabinete de Imprensa da DORAV do PCP


Para o topo