O PCP está a promover visitas temáticas relacionadas com a valorização do Leitão da Bairrada. No primeiro de dois dias, foram realizados encontros com a Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada e com a APOMA que está na trabalhar para o processo de certificação. Foi ainda realizada uma visita à uma pequena exploração familiar de leilões.

O Leitão da Bairrada representa uma dos mais valiosos ativos gastronómicos da região. Sendo inegável o impacto positivo que tem no desenvolvimento económico, não é menos verdade que existe ainda muito potencial por explorar à volta desta iguaria. Procurando recolher informação sobre o processo de certificação em curso do Leitão da Bairrada, o PCP, através do seu deputado no Parlamento Europeu, Miguel Viegas, ao longo das várias reuniões e visitas, sublinhou o importante papel que pode desempenhar esta atividade como autêntica alavanca de desenvolvimento com capacidade para voltar a dinamizar o mundo rural que já conheceu melhores dias.

A certificação do leitão levanta problemas complexos que vão da genética dos animais e à sua alimentação, passando pelo abate e confecção. Todos os agentes estão conscientes das dificuldades, assim como na necessidade de criar uma estratégia inclusiva e destinada a criar e distribuir valor pelos oito concelhos que irão formar a zona de delimitação da produção do leitão da Bairrada. Pela parte do PCP, é muito importante o envolvimento dos agentes, mas também das entidades públicas, designadamente os municípios e o ministério da agricultura. A certificação do produto, o controlo da qualidade mas também das fraudes que impunemente continuam a prejudicar a imagem do produto, são aspetos essenciais que o PCP não deixará de continuar a acompanhar.


Para o topo