O PCP no Dia Internacional da Mulher 2019

Também no distrito de Aveiro, como habitual, o PCP divulgou o seu documento “Viver, Trabalhar, Participar em Igualdade. Cumprir os direitos das Mulheres”, um documento dirigido às mulheres, que saudamos particularmente.

Este documento foi distribuído junto das mulheres Trabalhadoras nos seus postos de trabalho, nomeadamente na Lisil – Manuel Ferreira Marques, Lda, em Oliveira do Bairro,  na Valmet, Lda.  e Portoblinds – Soc. Unip.,Lda., de Ovar , empresas com mão de obra maioritariamente feminina.

Neste contacto, o PCP chama a atenção para a natureza das opções económicas e sociais de sucessivos governos da política de direita PS, PSD e CDS, que inverteram o rumo de Abril, transformando Portugal num País mais desigual, periférico e dependente, acentuando as discriminações sobre as mulheres e criando novos obstáculos à sua participação em igualdade, enquanto trabalhadoras, cidadãs e mães.

Para que as mulheres possam efectivamente Viver, Trabalhar, Participar em igualdade – Cumprir os direitos das Mulheres, o PCP dá a conhecer as suas propostas, como o trabalho com direitos; igualdade salarial entre homens e mulheres, indissociável do aumento dos salários para todos os trabalhadores; reduzir o horário de trabalho para 35 horas semanais; aprofundar os direitos da maternidade e paternidade, com garantia de pagamento de 100% de todas as licenças; criar uma rede pública de creches e de outros equipamentos de apoio aos idosos, às pessoas com deficiência e às vitimas de violência; garantir a protecção adequada às mulheres  vitimas de violência doméstica, aumentando os meios de respostas efectivas do Estado; considerar a prostituição como grave forma de violência e exploração das mulheres, prevenindo as suas causas, entre tantas outras.

É por isso que as mulheres trabalhadoras sabem quem está e estará sempre do seu lado. É por isso importante o reforço do PCP para que as mulheres se possam fazer ouvir.

 

8 de Março de 2019
O Gabinete de Imprensa da DORAV

Para o topo