Manifestação no Porto em defesa do SNSOs portugueses vão defender o Serviço Nacional de Saúde

Correspondendo ao apelo do Movimento em Defesa dos Serviços Públicos do Distrito de Aveiro, cerca de uma centena de pessoas deste distrito participaram na Jornada Nacional em Defesa do SNS com concentrações e desfiles convocadas para várias cidades do País, distribuindo-se pelas manifestações do Porto e de Coimbra, apesar das difíceis condições meteorológicas que se fizeram sentir. Merecendo «um forte repúdio e indignação por parte da população» o encarecimento e a redução dos serviços, é parte do ataque brutal que este Governo tem desencadeado contra o Serviço Nacional de Saúde visando colocar a saúde ao serviço da acumulação capitalista, promovendo a privatização e inculcando, cada vez com maior profundidade, a mitologia do utilizador/pagador ao arrepio do preceito constitucional que aponta o direito à saúde com carácter tendencialmente gratuito.

Consequente com a sua posição de sempre, em defesa do SNS gratuito e de qualidade, o PCP mantém-se empenhado, intervindo na luta em defesa dos serviços públicos «ao lado dos sectores sociais vítimas da roubalheira e do afundamento do país», conforme se pode ler no comunicado da DORAV de 10 de Março passado aqui publicado.

Para o topo