Pergunta 2026/XII/2

Assunto: Encerramento da estação dos CTT da rua 32 em Espinho

Destinatário: MIN. DA ECONOMIA E DO EMPREGO

Ex. ma Sr.a Presidente da Assembleia da República

De acordo com informações recolhidas pelo PCP a estação dos correios dos CTT na rua 32 em Espinho vai encerrar, possivelmente já em meados de Maio.

Importa referir que em Espinho há dois postos dos CTT.

Um localizado no centro da cidade nas ruas 19 e 20 servindo a população em geral e estando sempre sobrecarregado com longas filas de espera.

Já o posto dos CTT rua 32 de Espinho Anta, aberto há cerca de 20 anos, é mais direcionado para as empresas, para além de servir toda a população de Espinho, mas, sobretudo de Anta e Guetim, população muito idosa e sem mobilidade para se deslocarem ao centro da cidade.

Os dois postos distanciam-se entre si cerca de 3 KM e servem uma população de cerca de 22 mil utentes.

De acordo com a informações recolhidas, diariamente o número de utentes é cerca de 300

pessoas ou seja, mais de 6.600 a 7.000 mensais, ultrapassando muito este número na época

Balnear e no Natal.

Por fim, entre os trabalhadores destas estação dos correios reina uma grande incerteza quanto ao seus futuro uma que que nenhuma informação lhes foi transmitida.

Assim ao abrigo da alínea d) do artigo 156o da Constituição e nos termos e para os efeitos do 229o do Regimento da Assembleia da República, pergunto ao Ministério da Economia e do Emprego o seguinte:

1.o Confirma, este Ministério, o encerramento do posto dos CTT da rua 32 de Espinho/Anta?

2.o Se sim, para quando está previsto esse encerramento?

3.o Entende este Ministério que um único posto dos CTT na Cidade de Espinho está em condições de servir toda a população?

4.o Que medidas estão a ser tomadas para acautelar os serviços prestados nesta estação, e assegurar os postos de trabalho destes trabalhadores?

Palácio de São Bento, quinta-feira, 9 de Maio de 2013

Deputado(a)s

JORGE MACHADO(PCP)

Para o topo