Na 5a feira, dia 19 de Maio, teve lugar a reunião regular da Comissão Concelhia de Espinho do Partido Comunista Português.

Neste encontro do organismo de direcção dos comunistas espinhenses abordou-se os desenvolvimentos da situação nacional e local, traçando-se algumas linhas mestras para intervenção dos próximos meses, dando corpo às decisões tomadas pela última Assembleia de Organização Concelhia.

Do quadro nacional, sublinhou-se a importância da concretização das políticas de reversão de algumas das mais gravosas medidas dos últimos 4 anos, dando destaque a todos aspectos que contaram com o imprescindível contributo do PCP com propostas de alteração e de inclusão ao OE 2016, projectos de lei e outras iniciativas.

As pressões por parte da União Europeia constituem uma inaceitável uma ingerência na vida do nosso País tentado impedir que os avanços até agora alcançados e outros que ainda se podem almejar. A acção agora lançada pelo PCP no plano nacional - "Não à submissão à União Europeia e ao Euro!" - percorrerá as diferentes freguesias e alguns pontos de grande concentração de trabalhadores do concelho de Espinho, contribuindo para o esclarecimento e a mobilização contra estas ameaças.

A Comissão Concelhia do PCP reflectiu igualmente sobre os aspectos positivos que decorrem da implementação da campanha "Mais direitos, mais futuro, Não à precariedade", enquanto ferramenta de denúncia das situações de trabalho precário e outros atropelos aos direitos dos trabalhadores verificadas na Tapeçaria Ferreira de Sá, na Sorema e na Eurospuma.

No plano local, destaca-se como facto político muito relevante a aprovação pela Assembleia Municipal apenas com a abstenção do Presidente da Junta de Freguesia de Espinho da proposta de recomendação do PCP de constituição em Espinho de uma Unidade Local de Saúde. A concretização desta esta proposta permitirá ao concelho recuperar a urgência roubada aos espinhenses, aumentando a qualidade de vida dos habitantes do concelho e de freguesias de outros concelhos limítrofes, rentabilizando equipamentos públicos com capacidades agora desvalorizadas e desafogando outros serviços de saúde, designadamente o Hospital de Gaia e o Hospital da Feira.

No que diz respeito à actividade partidária local, foi realçada a importância da romagem à campa do herói antifascista António Ferreira Soares (4 de Julho) e dos preparativos para mais uma edição da Festa do Avante!, neste caso a 40ª e a primeira que contará com a integração da Quinta do Cabo - espaço contíguo à Quinta da Atalaia que ampliará em 7 hectares a área da Festa, maior evento político-cultural do nosso País!

Por fim, foram ainda abordadas questões relativas à organização partidária local, sublinhando-se a necessidade do seu reforço a todos os níveis (militância, recolha financeira, recrutamento, etc.), esforço integrado nos trabalhos preparatórios do XX Congresso do PCP - que terá lugar a 2, 3 e 4 de Dezembro, em Almada.

Espinho, 21 de Maio de 2015
A Comissão Concelhia de Espinho do PCP


Para o topo