O dia 26 de Janeiro de 2018 ficará na história do Concelho de Espinho, como o dia em que a Assembleia da República decidiu a reabertura da Urgência do Hospital de Espinho.

A reabertura foi aprovada no seguimento da apresentação por parte do PCP de um projecto de recomendação a defender esta medida urgente, ao qual se associaram posteriormente PEV e BE.

É uma vitória do PCP, mas, antes de tudo, trata-se de uma vitória do povo de Espinho, que saudamos calorosamente. Foi ele, com a sua abnegada luta durante anos e, de forma particularmente intensa, no último ano, que conseguiu garantir a reabertura da Urgência do nosso Hospital.

De resto, a abstenção de PS, PSD e CDS nesta votação demonstra isso mesmo: embora não concordando com a proposta do PCP, os três partidos ficaram sem espaço para inviabilizar esta iniciativa, graças à luta das populações. Mais uma vez se prova que, como afirma o PCP, vale a pena lutar!

O PCP apela agora à população e às suas estruturas de utentes para que não descansem ainda e para que continuem vigilantes a fim de garantir que esta aspiração do povo de Espinho não fique numa gaveta e se concretize de facto!

A luta continua!

Espinho, 27 de Janeiro de 2018
A Comissão Concelhia de Espinho do PCP


Para o topo