Os cerca de 50 trabalhadores da empresa química Sinorgan, ex-Cetap, em Espinho, cansados de receberem os salários com atraso e às prestações, e, perante situações pessoais e familiares complicadas, decidiram parar totalmente a produção até que lhe sejam pagos o subsidio de Natal e o salário de Janeiro, a que se junta, dentro de dias, o salário de Fevereiro.

É com muita preocupação que a Comissão Concelhia de Espinho do PCP acompanha esta situação, tanto mais que a empresa se situa num Concelho que tem uma taxa de desemprego das mais elevadas do país e da Área Metropolitana do Porto e onde não existem alternativas de emprego.

Correspondendo a essa preocupação, o Grupo Parlamentar do PCP, apresentou já na Assembleia da República, um requerimento dirigido ao Ministério da Economia, a perguntar que conhecimento tem desta situação e sobretudo o que pensa fazer para lhe por cobro.

A Comissão Concelhia de Espinho, que está a acompanhar de perto o processo, manifesta total apoio e solidariedade às reivindicações e à luta dos trabalhadores da Sinorgan/Cetap!

Espinho, 26 de Fevereiro, de 2013.

A Comissão Concelhia de Espinho, do PCP.


Para o topo