Ao largo da semana que agora termina, militantes da organização concelhia de Ílhavo do PCP realizaram iniciativas de contacto com os trabalhadores da Vista Alegre e da Teka.

Nos contactos realizados foi distribuído o material difundido por todo o País pelo PCP, onde se dá nota de aspectos positivos do Orçamento de Estado para 2018 alcançados pela intervenção do PCP. Entre outros, assinala-se a redução do IRS nos rendimentos mais baixos, um novo aumento extraordinário das pensões de reforma, a reposição de importantes direitos dos trabalhadores da Administração Pública que haviam sido roubados pelo anterior Governo PSD/CDS, ou a redução do IVA nos instrumentos musicais de 23 para 13%.

Sendo importantes, estes avanços são simultaneamente limitados, já que o actual Governo do PS permanece comprometido com desígnios que não são os do desenvolvimento do País - como sejam a obsessão pelo défice ou o não questionamento das questões inerentes à Dívida Pública. Em paralelo, é fundamental que se vá mais longe no que toca ao combate à precariedade e desemprego, na dinamização da contratação colectiva e, muito particularmente, no aumento do Salário Mínimo para os 600€.

Tal como referido no comunicado, o PCP continuará a intervir de forma determinada para que se consiga ir mais longe, apelando ainda aos trabalhadores que desenvolvam a sua luta para ver as suas justas pretensões satisfeitas.

Ílhavo, 3 de Novembro de 2017
A Comissão Concelhia de ìlhavo do PCP


Para o topo