Oliveira de Azeméis

A Comissão Concelhia do PCP de Oliveira de Azeméis organizou, uma vez mais, um jantar comemorativo do 25 de Abril, que se realizou no dia 22 de Abril com a presença de dezenas militantes e amigos do PCP e contou com a intervenção de José Gaspar, membro do Comité Central do Partido.

Celebrar o 25 de Abril torna-se cada vez mais importante nos dias que correm, devido aos ataques sucessivos que os direitos do povo e dos trabalhadores têm vindo a sofrer. Para que as conquistadas da Revolução dos Cravos não sejam esquecidas, nomeadamente a conquista do salário mínimo nacional, do direito à greve, ao contracto colectivo de trabalho, do direito ao voto, à protecção na doença, e maternidade, à educação e à saúde, entre muitos outros, aspectos ainda hoje com importância decisiva e que, junto com tantos outros, estão inscritos na Constituição da República Portuguesa e que é fundamental cumprir.

De dia 6 até hoje, os trabalhadores da Tréves APS Portugal (em Cesár, Oliveira de Azeméis) realizaram uma greve de uma hora por turno, reivindicando aumentos salariais, por forma a deixarem de receber o Salário Mínimo Nacional (SMN) e verem melhorado o seu poder de compra, uma vez que nos últimos 3 anos não houve qualquer aumento, ficando condicionados ao aumento do SMN.

Tiago Vieira, responsável da DORAV do PCP, e Ana Isaura Costa, membro da Concelhia de Oliveira de Azeméis do PCP, estiveram presentes na concentração feita pelos trabalhadores em greve na entrada da empresa para manifestar a sua solidariedade e o empenho do PCP numa política que rompa com estafado modelo de baixos salários e trabalho precário.

Esta greve partiu do facto de não ser compreensível nem aceitável que uma empresa que tenha gerado lucros e apresentado crescimento ao longo dos anos continue a praticar uma política de salários baixos para os trabalhadores da produção, enquanto os altos quadros recebem remunerações de milhares de euros mensais.

A reestruturação anunciada na Caixa Geral de Depósitos, a ser concretizada, terá como consequência o encerramento de enumeras agências e o despedimento de milhares de trabalhadores. No lote que já foi publicamente anunciado inclui-se a delegação de Cucujães, no concelho de Oliveira de Azeméis.

Não sendo caso único, infelizmente, estes encerramentos motivam a mais viva indignação e descontentamento, já que estamos em presença de serviços essenciais para as populações e igualmente para os pequenos e médios empresários, que se veem assim privados do seu balcão da CGD.

A 28 de Fevereiro, o presidente de Câmara, Herminio Loureiro, envia uma carta aos munícipes onde alega ter dado um passo importante para atingir os 100% de cobertura no abastecimento de água e de saneamento. Esse passo limitou-se a entregar a concessão por um período de 30 anos a uma empresa privada, ou seja o que era público passa efectivamente a ser privado.

Nessa mesma carta consta que a empresa Indaqua, irá investir na melhoria das redes e serviços, na despoluição das linhas de água do concelho e na construção de uma nova ETAR, para tal, esta empresa privada contará com a cobrança de facturas, hoje incomportáveis para os munícipes, e com o apoio do executivo camarário para se candidatar a fundos comunitários, logo uma empresa privada a candidatar-se a fundos comunitários com o apoio da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.

No âmbito das comemorações do 95.º Aniversário do PCP, a concelhia de Oliveira de Azeméis realizou no passado domingo um almoço com dezenas de militantes e amigos do partido e que contou com a intervenção de Francisco Gonçalves, membro do Executivo da Direcção Regional de Aveiro.

Destacou-se na intervenção de Francisco Gonçalves o percurso do partido ao longo dos anos, desde a clandestinidade até ao quadro actual mantendo-se sempre do lado dos trabalhadores e do povo português.

Teve lugar no passado sábado - 09 de Maio - a V Assembleia de Organização Concelhia de Oliveira de Azeméis do Partido Comunista Português.

Esta Assembleia permitiu aos militantes do concelho debater e analisar a situação do país e do concelho, bem como as linhas de intervenção para reforçar o PCP e a sua implantação junto dos oliveirenses.

No rico debate que ocorreu nas antigas instalações da Junta de Freguesia de Santiago Riba-Ul foram evidenciadas as dificuldades crescentes sentidas por trabalhadores, reformados e jovens fruto de anos de cortes nos salários e pensões, destruição de serviços públicos (encerramento de escolas, extinção de freguesias, retirada de valências do Hospital, etc.), deterioração do já precário sistema de transportes, intensificação da pressão e exploração dentro das empresas do concelho por parte das entidades empregadoras, adiamento sucessivo de medidas de protecção do ambiente, entre outros.

Distribuição no Mercado de Oliveira de AzeméisA campanha da CDU em Oliveira de Azeméis, avança a ritmo entusiasmante e animada pela defesa das populações, do poder local, contra a extinção de freguesias, denunciando o ataque selectivo que os partidos do arco do poder têm vindo a infligir, com a consequente diminuição da qualidade de vida das famílias, confrontadas com o encerramento de serviços públicos como consequência da reforma administrativa do território, imposta e chancelada pelos partidos PSD/CDS e PS e a troica internacional.

A Coordenadora Concelhia de Oliveira de Azeméis da CDU divulgou os primeiros candidatos da CDU à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis.

Câmara Municipal

João Miguel Tavares Carmo, de 27 anos, empresário, frequentou Mestrado Integrado em Psicologia do Comportamento Desviante e Justiça na Universidade do Porto, membro integrante da Associação Cultural "Monges do Nada"... Membro da Comissão Concelhia de Oliveira de Azeméis do PCP

 

 

 

 

Assembleia Municipal

Óscar Fernando Soares de Oliveira, de 57 anos protésico dentário, eleito pela CDU na Assembleia Municipal no mandato de 2005/2009, membro do executivo da DORAV do PCP

 

 

 

 

A CDU, Coligação Democrática Unitária, divulga os seus primeiros candidatos à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis com o objectivo da afirmação do projecto da CDU para o poder local democrático, um projecto de honestidade, trabalho e competência, de desenvolvimento equilibrado ao serviço das populações deste concelho, de defesa de serviços públicos de qualidade e sob controlo público, de participação das populações e de defesa dos interesses e direitos dos trabalhadores e dos munícipes.

Almoço/ Convívio Comemorativo do 92º Aniversário do P.C.PNo dia 6 de Março de 2013 o PCP cumpria 92 anos de existência na vida política nacional. Uma vez mais, a organização concelhia de Oliveira de Azeméis do PCP comemorou a data com o tradicional almoço – convívio, no Restaurante a “Concorrência” onde cerca de 40 militantes e amigos do partido tiveram oportunidade de confraternizar e comemorar a efeméride. A iniciativa contou ainda com a presença e intervenção da camarada Mafalda Guerreiro, membro do Comité Central e da Direção da Organização Regional de Aveiro (DORAV) do PCP.

A Concelhia de Oliveira de Azeméis do PCP, procedeu à análise da situação económica, social e política, no País e no Concelho. Mantém-se o agravamento brutal das sucessivas medidas de aplicação do pacto de agressão. Esta política negativa vem atingindo os trabalhadores, agricultores, pequenos e médios empresários, reformados, pensionistas, a juventude e a generalidade da população.


Para o topo