Realizou-se esta segunda-feira na Associação de Melhoramentos da Mamarrosa, um encontro promovido pela Concelhia de Oliveira do Bairro do PCP, que contou com a presença da deputada do PCP na Assembleia da República Diana Ferreira, no qual participaram mais de meia centena de utentes da União de Freguesias de Bustos, Mamarrosa e Troviscal.

Ouviram-se sobretudo queixas  e preocupações dos utentes, que não compreendem nem aceitam no caso da Mamarrosa, que existindo boas instalações no Centro de Saúde  se venham a degradar e diminuir os serviços prestado, deixando assim antever que o futuro poderá passar pelo fecho destas unidades em nada diferente do que se tem verificado um pouco por todo o país,  justificando assim o investimento feito por privados numa nova unidade de saúde na freguesia, quando se sabe que os mesmos só investem quando tem garantia de lucro.

Actualmente o tempo espera por uma consulta é cerca de seis meses, mesmo em casos mais urgentes, sendo muitas vezes a única opção a ida ao lotado serviço de urgência do Hospital de Aveiro. Para além dos atrasos nos serviços, também o não cumprimento das agendas e marcações faz com que os utentes necessitem de se deslocam várias vezes ao centro de saúde para resolver a mesma questão o que causa grandes dificuldades aos utentes, maioritariamente idosos, que não tendo transporte próprio nem transportes públicos são obrigados a desloca-se de táxi.

A deputada Diana Ferreira explicou que são as opções políticas e não limitações orçamentais, que justificam esta falta de investimento no Serviço Nacional da Saúde e consequentemente nos serviços de saúde primários e de proximidade, uma vez que há um grande financiamento público aos privados através das Parcerias Pública Privadas que lhes servem de  sustento, mas que estas politicas só se podem alterar quando a correlação de forças na Assembleia da República se alterar,ou seja, só com mais eleitos do PCP se poderá ter mais força sendo fundamental ter eleitos pelo Distrito de Aveiro para se dar as respostas mais adequadas às suas populações.

O PCP defende assim que só através de um Serviço Nacional de Saúde Universal e de Qualidade se poderá dar resposta às reais necessidades das populações. 

A Comissão Concelhia de Oliveira do Bairro do PCP
Oliveira do Bairro, 19 de Dezembro de 2018
 

 


Para o topo