Índice do artigo

A assembleia municipal aprovou duas moções apresentadas pela CDU a favor do Hospital de S. João da Madeira e contra o encerramento da Linha do Vale do Vouga.

A primeira apela ao ministério da Saúde que reforce as valências do equipamento, cumpra o protocolo assinado com a câmara e determine uma função bem definida para o hospital. A segunda pede a modernização da linha no sentido de a conjugar com a Linha do Norte. Ambas foram aprovadas por unanimidade e seguirão para a Assembleia da República e para os ministérios das tutelas.

Castro Almeida ainda pediu aos deputados que a moção do Vouguinha apelasse à manutenção do troço entre Oliveira de Azeméis e Espinho, em vez da totalidade do percurso. O presidente acredita que o documento assim redigido beneficiaria os movimentos dos autarcas do Entre Douro e Vouga para que a linha seja integrada na concessão CP Porto. Mas a sugestão não passou disso mesmo.

Entretanto, depois do PCP, também o Bloco de Esquerda apresentou esta semana um projeto de resolução à Assembleia da República que recomenda ao Governo a revogação da decisão de desactivação do serviço de transporte de passageiros da Linha do Vouga. O partido pede ainda que o Governo adeqúe a oferta de mobilidade às necessidades da população, através de uma concessão e exploração com caráter público.

Para o topo