CDU em campanha no concelho de Aveiro

A CDU dedicou esta sexta-feira ao concelho de Aveiro. Miguel Viegas, terceiro candidato da CDU às eleições para o Parlamento Europeu acompanhado de Adelino Nunes, mandatário distrital e de outros activistas estiveram logo pela manhã à entrada da Segurança Social com um documento especialmente dirigido para os trabalhadores da Função Pública.

Nunca nenhum outro governo afrontou tanto os funcionários públicos como este governo, com despedimento, aumento do horário de trabalho, cortes nos salários e aumento dos descontos para a ADSE. Razões mais do que suficientes para um voto de protesto na CDU, levando a luta até ao voto, e reforçando força política que defende e valoriza os serviços públicos.

Ao longo do dia, a comitiva esteve à porta da Portucel e da empresa Oliveira e Irmão, onde contactou com dezenas de trabalhadores, também eles vítima das políticas de austeridade impostas pela troika, mas com a aprovação de PS, PSD e CDS.

O dia terminou com uma sessão pública à qual se associou Ilda Figueiredo, mandatária nacional da candidatura e Susana Silva, candidata da CDU proposta pelo PEV. Perante o auditório da antiga sede da Junta de Freguesia de Glória completamente cheio, as intervenções incidiram, em primeiro lugar, no actual momento em que assistimos a uma operação de completa mistificação sobre a alegada saída limpa da troika.

Como ficou claro, não só não haverá saída nenhuma, na medida em que a troika vai continuar a visitar Portugal, como de limpa nada tem ao não ser que o governo se esteja a referir à limpeza que levou a cabo ao bolso dos portugueses. Outro aspecto focado foi a importância de votar na CDU para derrotar esta política. Neste sentido, como acentuou bem a mandatária Ilda Figueiredo, é fundamental penalizar o governo nestes eleições, para que pense duas vezes antes de avançar com mais ataques.

Finalmente foi dirigido a todos um veemente apelo para que cada um se mobilize para estes últimos dias de campanha. O resultado da CDU constrói-se voto a voto, contacto a contacto, e, por isso, é com imensa confiança que a CDU encara esta recta final de campanha na certeza de um bom resultado no próximo dia 25 de Maio.

Aveiro, 17 de Maio de 2014

 

 

Para o topo