Propostas 66 

A CDU continuará a lutar, junto das entidades e instituições competentes, pela reposição das freguesias extintas no município, assim como pela reabertura dos serviços públicos de proximidade entretanto encerrados.

 

Proposta 67 

Elaboração de um Plano Concelhio de Segurança Rodoviária e de circulação de pessoas com mobilidade reduzida, identificando-se prioridades de investimento, designadamente no que respeita a passeios, passadeiras e sinalização, planificando e calendarizando essa mesma intervenção.

 

Proposta 68

Promoção da criação de hortas urbanas, principalmente nos bairros municipais.

 

Proposta 69

Desenvolvimento de esforços para que se acelere o processo de substituição de lâmpadas de iluminação pública por outras de menor consumo.

 

Proposta 70

Aprofundamento de uma política de apoio às Associações de Bombeiros do Concelho, estabelecendo, com a participação dos próprios bombeiros, critérios justos, transparentes e do conhecimento público, que inclua medidas de reforço do apoio aos Bombeiros Voluntário do Município, como seja a isenção de pagamento de IMI.

 

Proposta 71

Avaliação regular da qualidade das refeições nas cantinas escolares, intervindo em conformidade.

 Proposta 72

Levantamento dos edifícios e espaços, com prioridade para os municipais e públicos, que necessitam de intervenção, planificando as necessárias adaptações para que estes sejam acessíveis a pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida.

 

Proposta 73

Avaliação e ajustamento do Tarifário Social da Água à realidade e às necessidades dos agregados familiares.

 

Proposta 75

Levantamento de situações de idosos em risco e/ou em situação de isolamento, com a colaboração dos organismos competentes (Segurança Social e instituições de saúde, forças de segurança), com o objetivo de se planificar uma intervenção social que garanta o acompanhamento destes idosos.

 

Proposta 76

Garantia os direitos laborais e sociais dos trabalhadores da Autarquia, combatendo ativamente a precariedade, eliminando qualquer vínculo precário (CEI’s, CEI’s+, falsos recibos verdes dos trabalhadores das CAF’s e AEC’s, …), procedendo à integração e vinculação dos trabalhadores que respondem às necessidades permanentes da Autarquia.

 

8 de setembro de 2017
Comissão Coordenadora da CDU de Santa Maria da Feira

 

 

Para o topo