Miguel Viegas, candidato da CDU nas próximas eleições legislativas esteve hoje em contacto com os pescadores da Costa Nova. Estes estão revoltados perante o licenciamento pela APA de um viveiro de ostras com uma área de 17 mil metros quadrados. A CDU nada tem contra os mariscadores. Este conflito entre vários usos da Ria, revela mais uma vez a necessidade de um Plano de Ordenamento da Ria de Aveiro.

Sem atender às queixas dos pescadores feitas durante a fase de discussão pública do projeto, a APA licenciou recentemente um viveiro de ostras com mais de 17 mil metros quadrados. Os pescadores estão revoltados por entenderem que este viveiro prejudica a sua atividade e pode ter impacto na albufeira, interferindo com as correntes. Pela parte da CDU, este é mais um exemplo de uma gestão pública distante das populações e pouco participada. Revela igualmente a necessidade de um plano de ordenamento que evite a sobreposição e o conflito entre diversas atividades, todas elas importantes para o desenvolvimento da região.

Segundo Miguel Viegas: "a Ria de Aveiro é um ativo de grande importância para a região. A CDU propõe um Plano de Ordenamento da Ria de Aveiro que permita conciliar as suas várias vertentes, social, económica ou ambiental. Só assim será possível colocar a Ria ao serviço do desenvolvimento!".


Aveiro, 19 de Agosto de 2019

Para o topo