É com profunda preocupação que a Comissão Concelhia de Águeda do PCP recebe a notícia de que o Hospital de Dia Polivalente, onde são prestados cuidados de saúde em regime de ambulatório sem necessidade de internamento, passaria a funcionar no Hospital de Águeda.

Essa transferência, ainda que temporária, implica um notório atraso na realização dos tratamentos e um transtorno sobejamente maior para os utentes.

Uma vez que o Hospital de Águeda não conta hoje com um laboratório, os utentes primeiramente terão que se deslocar ao Hospital de Aveiro para a realização de análises, aguardar dois dias pelos resultados e só depois poderão receber o tratamento no Hospital de Dia. Ao contrário do que acontecia quando os serviços estavam concentrados no Hospital de Aveiro em que era possível realizar as análises e receber o tratamento no mesmo dia.

Acresce que a ligação a Águeda através de Transporte Público é fraca, tornando um verdadeiro entrave ao acesso àqueles que não dispõem de transporte individual.

Há muito que o PCP alerta para a falta de profissionais de saúde e para o processo de desmantelamento a que o Hospital de Águeda foi sujeito, nomeadamente através do encerramento de serviços e valências como o serviço de cirurgia; o serviço de especialidades médicas; o internamento em cardiologia; a patologia clínica; a farmácia; os exames complementares de diagnóstico em cardiologia; a ortopedia e no serviço de urgências as valências de cirurgia, a ortopedia e o apoio laboratorial.

O Serviço Nacional de Saúde presta cuidados de saúde de elevada qualidade a todos os utentes e é a única garantia do cumprimento do direito à saúde.

O caminho que é preciso traçar tem de ser o de avançar no sentido de aumentar o investimento no SNS para reforçar a sua capacidade de resposta e o alargamento dos cuidados prestados, repondo as valências do Hospital de Águeda que foram encerradas, reforçando o número de profissionais de saúde para assegurar a prestação de cuidados de saúde de que a população necessita.

Os profissionais de saúde e o povo de Águeda podem continuar a contar com o PCP para a resposta que se impõe na salvaguarda do direito à saúde!

A Comissão Concelhia de Águeda do PCP
8 de Novembro de 2020

Para o topo