Realizou-se uma concentração promovida pelo Movimento de Utentes da Saúde de Albergaria-a-Velha para exigir melhores condições das instalações físicas do Centro de Saúde de Albergaria e mais profissionais, incluindo pessoal médico, administrativo e enfermeiros. O PCP prestou a sua solidariedade, informando que seguiu um requerimento para a Ministra da Saúde para saber ao certo se ela tem conhecimento do que se está a passar e o que vai fazer para resolver a situação.

Em Albergaria-a-Velha como acontece um pouco por todo o país, a população queixa-se da falta de condições do Centro de Saúde, o qual na passada semana esteve encerrado devido à chuva. Note-se que uma semana após o acontecimento, os utentes continuam a ser recebidos sem luz na sala de espera e no exterior, aliás, a iniciativa que juntou cerca de 40 pessoas, realizou-se às escuras por falta de condições dos quadros eléctricos e eram visíveis os baldes a aparar a água que caía do tecto.

A estes problemas juntam-se a falta de médicos de família um pouco por todo o concelho, que se torna ainda mais grave uma vez que grande parte dos utentes são idosos e não têm como se deslocar aos outros centros de saúde, quer por inexistência de transportes públicos quer por que o táxi tem um custo muito elevado para esta população já por si fragilizada.

O PCP, que já denunciou por diversas vezes estes problemas, exige que a situação quer das instalações como da falta de médicos e de pessoal administrativo, se resolva o mais breve possível para que os direitos da população de Albergaria-a-Velha sejam repostos.

 


A Comissão Concelhia de Albergaria-a-Velha do PCP
Albergaria-a-Velha, 6 de Novembro de 2019

 

Para o topo