No dia 10 de Novembro, faz 100 anos que nasceu Álvaro Cunhal

No próximo dia 10 de Novembro faz 100 anos que nasceu Álvaro Cunhal. As comemorações do Centenário do seu nascimento estão a decorrer por todo o país, sob o lema: vida, pensamento e luta: exemplo que se projecta na actualidade e no futuro.

Álvaro Cunhal filiou-se no Partido Comunista Português em 1931, com 17 anos de idade, foi seu Secretário-geral de 1961 a 1992, função que lhe permitiu desempenhar um papel decisivo na definição e concretização das orientações que transformaram o PCP num grande Partido nacional, vanguarda da luta antifascista e pelo triunfo da Revolução da Abril.

Álvaro Cunhal, (tal como muitos dos seus camaradas de partido), demonstrou ter não só uma inquebrantável e sólida convicção ideológica, como também uma comprovada coragem física.

Isso é facilmente verificável, porque tendo sido preso pelo regime fascista em 1937, 1940, e de novo em 1949, onde permaneceu preso 11 anos seguidos, dos quais 8 em completo isolamento, e passado por provas terríveis, nunca desistiu de lutar.

Por outro lado, Álvaro Cunhal/Manuel Tiago, produziu uma impressionante obra literária e teórica, sendo considerado o maior pensador político de Portugal do século XX, bem como o dirigente comunista, em todo o mundo, que mais fecunda e extensa obra produziu depois de Lenine.

Álvaro Cunhal podia ter sido muita coisa na vida, mas escolheu ser comunista, um lutador a tempo inteiro pela causa da liberdade e da democracia, pelos direitos dos trabalhadores, recusando sempre vantagens e/ou privilégios pessoais.

Morreu em 13 de Junho de 2005 e o seu funeral foi no dia 15 de Junho, com a participação de centenas de milhares de pessoas.

O país vive uma situação gravíssima, cuja dimensão não era expectável para a maioria dos portugueses, até há bem pouco tempo atrás.

Continuar a luta com convicção, confiança, empenho e coragem pela demissão do governo, por eleições antecipadas e por uma nova política patriótica e de esquerda, é o caminho a prosseguir e a mais significativa das formas de comemorar o centenário de Álvaro Cunhal, homem superior em qualquer parte do mundo!

A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP

 

Para o topo