EB1 da GlóriaComo é do conhecimento público foram aprovadas diversas candidaturas à construção de três novos centros escolares, designadamente nas escolas básicas de Vera Cruz, Glória e Santiago, representando no total um investimento de 3.376.532,75 euros incluindo despesas com equipamento, como seja mobiliário, quadros interactivos e material didáctico.

Refira-se que este investimento tem uma comparticipação de 80% pelo QREN / Programa Operacional Mais Centro, implicando por parte da Câmara um esforço correspondente ao remanescente (729.570,80 euros).

Estas obras, para alem de corresponderam a uma necessidade específica na melhoria da oferta educativa do concelho, representam igualmente um importante fôlego para a economia do concelho, num contexto marcado pela crise económica e por um conjunto de medidas recessivas que incluem reduções drásticas ao nível do investimento público.

Depois de a Câmara Municipal de Aveiro ter anunciado publicamente que a obras na EB1 da Glória e da Vera Cruz iriam arrancar a seguir à Páscoa, prevendo, inclusivamente, a instalação provisória dos alunos de uma ou ambas as escolas da EB23 João Afonso, o facto é que, até agora, nada aconteceu. Perante esta situação, o PCP, pela voz do seu representante da Assembleia Municipal de Aveiro, enviou mais um requerimento questionando a Câmara sobre esta atraso preocupante. Para além do atraso, cujas razões importava esclarecer, o deputado do PCP questiona igualmente a Câmara sobre a sua capacidade de cumprir com os 20% do investimento que lhe cabe. Finalmente, e não menos importante, é colocada a questão do alojamento provisório da totalidade dos cerca de 630 alunos das EB1 de Vera Cruz e Glória para o espaço da EB23 João Afonso, com os respectivos contentores. Neste sentido, o PCP questiona a Câmara se esta alternativa foi devidamente avaliada relativamente a outras possíveis e se a opinião, quer do agrupamento, quer das associações de pais foram tidas em conta.

 

Aveiro, 26 de Abril de 2012

A Comissão Concelhia de Aveiro do PCP

Para o topo