O PCP realizou ontem em São João da Madeira, à porta da empresa Faurecia, uma acção de contacto com os trabalhadores, inserida na campanha "Valorizar os trabalhadores, Mais Força ao PCP!"

A Faurecia, assim como outras empresas do sector automóvel, continua a fazer grandes investimentos em Portugal e a criar emprego no país. Esta empresa, que tem várias unidades em diferentes distritos, é responsável por mais de mil e quinhentos trabalhadores só na unidade de São João da Madeira. Com toda esta pujança e os lucros que lhe estão associados, é incompreensível que muitos desses postos de trabalho continuem a ser precários com sucessivos contratos a prazo, por vezes de um mês, sucessivamente renovados até ao limite da legalidade.

São muitos os casos de trabalhadores não admitidos de forma directa, e apenas com recurso a empresas de aluguer de mão-de-obra, enquanto se aumenta os ritmos de trabalho e a pressão sobre os trabalhadores mais antigos para os poder substituir por mão-de-obra mais barata, com menos experiência e direitos adquiridos, como se fossem descartáveis.

Para o PCP é urgente que se acabe com esta situação, que se acabe com a precariedade!

Para cada posto de trabalho permanente tem de corresponder um contrato efectivo de trabalho. Tudo faremos para, lado a lado com a luta dos trabalhadores, erradicar a precariedade e introduzir justiça e qualidade de vida na sociedade portuguesa.

Aveiro, 16 de Março de 2018
O Gabinete de Imprensa da Dorav do PCP

 

Para o topo