Nota de Imprensa da Concelhia contra o Encerramento Escolas em Estarreja

Proposta pelo PCP, foi aprovada, por unanimidade e aclamação, uma
Moção da Assembleia Municipal de Estarreja contra o encerramento de escolas no concelho

Dando continuidade à política cega e economicista de encerramento de escolas por todo o país, hoje somos confrontados no nosso concelho com a intenção do Governo PSD/CDS do fecho de três escolas com mais de 50 crianças em cada uma delas. Relembramos que foi o anterior governo PS, com a elaboração das cartas educativas nos concelhos, em que, particularmente no nosso concelho estava contemplada a construção de Mega escolas e consequentemente o encerramento das escolas de pequena e média dimensão, deram um passo importante neste sentido. Em Estarreja, esta carta foi aprovada por unanimidade em reunião de Câmara pelos partidos PS/PSD/CDS, sendo estes os principais responsáveis pelo flagelo do nosso parque escolar.

Assim, na Assembleia Municipal do passado dia 27, no período Antes da Ordem do Dia, os eleitos do PCP apresentaram uma moção contra o encerramento de três escolas no concelho, nomeadamente de Santo Amaro e Póvoa de Baixo em Beduido e da escola da Terra do Monte em Fermelã, a qual foi aprovada por unanimidade e aclamação pela Assembleia Municipal. Contrariamente, o executivo camarário deixou bem clara a sua posição ao ser favorável ao encerramento das escolas, estando somente limitado à carência logística e de transporte.

De salientar o elevado número de pessoas que estiveram presentes nesta Assembleia, maioritariamente pais, e residentes das freguesias em causa, que não aceitam o encerramento das escolas, uma vez que em nenhum dos casos o critério aplicado pelo Ministério da Educação de não ter um mínimo de 21 crianças é aplicado, pois todas elas têm mais de 50 crianças.

Foi referido ainda a qualidade dos serviços oferecidos nestas escolas, bem como a vontade dos pais em manter os seus filhos em escolas de pequenas dimensões, onde existe uma relação de proximidade incomparável com aquela que se vive no complexo escolar de grandes dimensões. Também o elo de ligação que se mantém com as origens dos que ali residem, e de outros que foram obrigados a residir nos concelhos vizinhos e que não querem de forma alguma perder foi salientado.

O PCP demonstra assim que se mantém ao lado dos pais e de toda a população na luta pela manutenção das escolas, estando plenamente disponível em acompanhar todas as iniciativas encetadas para lutar pelos direitos das crianças e de todos os cidadãos deste concelho.

Estarreja, 1 de Julho de 2014

Para o topo